quinta-feira, 3 de março de 2011

“Brincadeiras Infantis"


             Série que deu início à carreira do artista, esta coleção mostra a vivência interiorana, inclusive a dele, em uma época na qual as crianças faziam das brincadeiras uma arte, construindo seus brinquedos a partir da própria experiência e dos recursos disponíveis, como frutos de suas carências. O artista revela ao mundo essa arte (brincadeiras populares) característica de uma época em que a magia da televisão, e também uma certa maldade que essa mídia incentiva, ainda não haviam destruído o lúdico das crianças.
            Neste trabalho ele reviveu os seus sonhos através das “lançadas” dos papagaios; das corridas de pernas-de-pau e de sapatos-de-latas; dos jogos de bola-de-meia, “chuchos”, peões, petecas e sopapos; e das brincadeiras de roda, que relembravam belíssimas canções do folclore, entoadas à noite, sob o clarão da lua cheia.






Nenhum comentário:

Postar um comentário